Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Quarta-feira, 24 Abril, 2019

Role para cima

Top

Sem comentários

Tendências para os hotéis em 2019: As primeiras pistas

Tendências para os  hotéis em  2019: As primeiras pistas

O ano de 2018 entrou na reta final. É hora de começar a pensar em 2019, e nos próximos meses haverá dezenas de informações que surgirão para esse fim. O Travel Market Report reuniu-se com Bjorn Hanson, professor associado do Centro de Hospitalidade Jonathan M. Tisch, da Universidade de Nova York, para discutir quais serão  as tendências para próximo ano. Hanson deu algumas pistas. Embora o foco seja Estados Unidos e o Caribe, algumas também podem ser  extrapolados para o nosso país.

Maior aplicação de políticas de cancelamento

O ânodo surgimento das políticas de cancelamento foi 2016, quando a maioria dos hotéis aplicou cancelamentos gratuitos até dois dias antes da reserva. No entanto, ainda não existe um  regulamento geral aplicável pelo que é deixado à consideração dos hóteis.  Mesmo assim, Hanson acredita que o cancelamento será cada vez mais flexível, porque não há nada pior para o hóspede do que ouvir “Lamentamos  mas não temos nada a ver com os seus problemas ou com a sua alteração de horários”.

 

Reduzir os custos de captação de hóspedes através de reserva direta

Depois de anos a perder reservas em as OTAs, os hotéis americanos recuperaram parte do terreno perdido em 2017. “Espero ver mais marketing direto, ofertas e preços especiais para quem reservar no site do hotel”. É  o hoteleiro colocando-se no seu  lugar e  a lembrar-se de quem é o dono dos quartos”.

 

Reservas com antecedência

Um turismo em constante crescimento mundialmente, impulsionou as taxas de ocupação nos destinos mais populares. Os viajantes querem reservar com o máximo de antecedência antes que haja aumento dos preços do hotel. Com esse ritmo, a disponibilidade em determinados destinos tornar-se-á um desafio.

Mais e melhor tecnologia

O acesso à Internet deve ser mais rápido e seguro. “Os hóspedes pedem Internet de alta velocidade, mas atender a essa necessidade é complicado”, argumenta Hanson, além de caro. “Mesmo assim, os hotéis descobriram que o nível de insatisfação é tal que começaram a atualizar-se”, acrescentou§. No final, a Internet de alta velocidade agrega valor a esse investimento, pois permite que os hóspedes conectem facilmente seus dispositivos pessoais aos sistemas  de televisão do hotel.

Gastronomia local

É o “must” da temporada.  Cada vez mais chefs estão a apostar em trabalhar em hotéis de prestígio. Cozinha criativa continua a ser a ordem do dia, no entanto, outro grande número de hotéis, especialmente os independentes, está comprometido com alimentos simples, saudáveis ​​e locais. Há hotéis que oferecem menus genuínos, interessantes,  locais e altamente saborosos.

 

Promover redes sociais e Instagram

Não há nada como uma classificação alta nas redes sociais e gerar atividade nelas, especialmente no Instagram, para impulsionar a imagem da nossa marca. Os hotéis estão a criar espaços “Instagramáveis” para incentivar os hóspedes a tirar fotos.

 

Decoração simples, inclusiva e local

Os designers do hotel não podem descansar. Têm que ser pensar continuamente como melhorar os quartos e as  áreas comuns. Todos os quartos são diferentes, seja pelas fotos, pelo mobiliário … ou até pela a distribuição. A tendência é que os hóspedes sintam que estão num ambiente  personalizado. Simples antes significava caseiro, agora, isso significa conforto máximo, em tons cinza, preto e castanho, para a pessoa se destacar. A sala deve desempenhar um papel secundário em relação ao convidado.

 

Para  ler o artigo original completo ( versão original em inglês) clique em:

www.travelmarketreport.com/articles/Hotel-Trends-2019-What-You-Need-to-Know

Envie um comentário