Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Terça-feira, 26 Outubro, 2021

Role para cima

Top

Sem comentários

Quatro dicas básicas para otimizar os gastos do hotel

Quatro dicas básicas para otimizar os gastos do hotel

No setor da hotelaria, como em qualquer outro, todos os euros contam. Entre as despesas operacionais diárias e a necessidade de melhorar as  condições para os hóspedes, pode ser difícil obter uma boa margem de lucro. Portanto, devemos olhar para o desafio de poupar de um ângulo diferente.

Reduzir os gastos com energia nos hotéis pode ajudar a minimizar perdas financeiras e a aumentar as poupanças económicas de longo prazo e, também, ajudar a preservar o meio ambiente, tornando a marca do seu hotel mais competitiva. Mas como conseguir isso?

1 — Mantenha os quartos energeticamente eficientes
Se não houver ninguém numa casa, não é necessário manter nenhum aparelho ligado, além do frigorifico. Bem, nos hotéis acontece o mesmo. Evitar gastos desnecessários com energia nos quartos é uma das formas mais eficazes de reduzir as contas de eletricidade, economizar recursos e posicionar nossa marca como respeitadora do meio ambiente, algo que os hóspedes cada vez mais valorizam. Isto pode ser conseguido simplesmente instalando um sistema de cartão de chave em cada quarto.
Esses sistemas não são novidade. Na verdade, devem ser uma instalação básica em qualquer hotel, não importando o tamanho. Muito simplesmente, quando os hospedes estão fora e a ranhura do cartão está vazia, não há eletricidade no quarto. Mas não se esqueça de deixar alguns pontos de energia para que os hóspedes possam carregar seus dispositivos enquanto estiverem fora. Isso evitará que coloquem outros cartões nos slots de energia.

2 — Melhore o esquema de iluminação
Sabemos que a iluminação de um hotel custa centenas de milhares de euros todos os anos. Portanto, chegou a hora de mudar para soluções mais sustentáveis.
Primeiro, pode-se fazer gradualmente a transição de lâmpadas incandescentes para outras de LEDs, que são muito mais amigas do meio ambiente. Lâmpadas LED não só emitem um brilho mais natural, mas também têm uma vida muito mais longa, um investimento que acabará por se traduzir num ROI (retorno do Investimento) de longo prazo positivo.
Pode também entrar no controle da iluminação com dispositivos automáticos, como sensores que ligam e desligam consoante há ou não atividade na sala. Isso permitirá reduzir o consumo desnecessário de energia nas salas desocupadas.

 

3 a) — Atualize os utensílios de cozinha
Os utensílios de cozinha do hotel estão entre os eletrodomésticos que gastam mais, mas ao mesmo tempo estão entre os mais essenciais para o negócio prosperar. Aparelhos defeituosos ou antigos podem gastar milhares de euros desnecessariamente todos os anos.
Portanto, manter a rede de eletrodomésticos atualizados é uma das soluções mais lucrativas para um hotel moderno.


3 b) — Aquecimento, ventilação e ar condicionado
Refrigerar, aquecer e ventilar um hotel são despesas importantes. Os conhecidos sistemas HVAC (heatingventilating and air conditioning) são uma das principais fontes de gasto energético no hotel. Mas os motores dos ventiladores, compressores e bombas envolvidos nesses sistemas não precisam trabalhar com desempenho máximo o tempo todo.
Simplesmente através da introdução de soluções de eficiência energética, como VFDs (inversores de frequência), podemos moldar a velocidade dos motores para economizar energia.

4 —Melhoria dos sistemas passivos
As medidas apresentadas acima são importantes, mas não podemos esquecer os sistemas passivos de economia de energia. Isolamento de caldeiras, tubulações de água quente, paredes, tetos e janelas ou termóstatos programáveis podem reduzir o consumo total de energia, bem como ter aparelhos eficientes. Um bom isolamento permitirá que todos os equipamentos trabalhem com menos energia.
Em resumo, a eficiência energética do hotel não pode passar despercebida nos orçamentos anuais dos hotéis. Acima de tudo, ajuda a manter-se forte num setor altamente competitivo.
Medidas como as apresentadas neste artigo ajudarão qualquer hotel, especialmente os independentes, a abrir caminho para um futuro mais sustentável e solvente.

Fonte original: Lillian Connors, estrategista sénior de marketing digital da Bizzmark, na Hospitalitynet.

Envie um comentário