Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Segunda-feira, 20 Maio, 2019

Role para cima

Top

Sem comentários

2019 será o ano para a TI manter a conformidade internacional de segurança em todas as aplicações e ferramentas digitais

2019 será o ano para a TI manter a conformidade internacional de segurança em todas as aplicações e ferramentas digitais

Da adoção desenfreada das ferramentas de comunicação móvel à inteligência artificial à Internet das Coisas, os departamentos de TI em todas as áreas da hotelaria devem preparar-se para ver alguns grandes surpresas na programação. 

Além de gadgets e software inovadores, 2019 também será o ano em que a TI vai defender a conformidade de segurança internacional em todas as aplicações e ferramentas digitais. 

Maior segurança e confidencialidade 

Como a UE vai coloca o GDPR em vigor em maio, garantir a segurança de seus canais de comunicação interna será mais do que apenas uma tendência em 2019 – será uma necessidade absoluta. A adoção de uma plataforma privada para mensagens internas ajudará os funcionários a transmitir discretamente informações necessárias entre si sem envolver hóspedes desnecessariamente. Como hoje em dia essas mensagens sensíveis podem podem ser utilizados por muitos meios (e-mail, mensagem direta, vídeo, imagem, etc.), adotar uma plataforma que possa suportar uma variedade de formatos de media será importante no próximo ano. 

Com uma ferramenta de chat segura, todas as informações confidenciais da empresa ou dos RH permanecerão protegidas. Embora as empresas possam estabelecer soluções de comunicação confidenciais em aplicativos internos, também podem documentar a atividade e a colaboração dos funcionários para a posteridade. Para as equipes que trabalham no atendimento ao cliente, isso pode ser inestimável, já que a informação é prontamente acessível, porém discreta, se os funcionários assim o exigirem. 

Quartos Inteligentes 

Com mais pessoas a usar dispositivos ativados por voz nas suas casas, é natural usar esses mesmos dispositivos para tornar os ambientes mais “inteligentes”. Em 2019, os departamentos de TI devem prever que a adoção de tecnologias que permitam aos hóspedes controlar luzes, temperatura e outros recursos num quarto de hotel pode ser difícil de decifrar. 

Adicionar um dispositivo ativado por voz como o Google Home ou o Amazon Echo pode eliminar o risco de uma classificação inadequada do Yelp ou uma queixa no meio da noite na receção. O hóspede pode controlar funções específicas do quarto, como em casa. 

De acordo com o The Wynn Las Vegas, mais de 4.700 dos seus quartos serão equipados com um Amazon Echo para ajudar os hóspedes a controlar coisas como iluminação e temperatura com facilidade. Não se surpreenda se você começar a ver os quartos com camas “inteligentes” que podem determinar se o hóspede está a dormir ou acordado e aquecer ou iluminar o quarto de acordo. 

Programas BYOD (traga o seu próprio dispositivo) 

Com o surgimento de aplicativos de comunicação móvel para o ambiente de trabalho, surge a expectativa de que as mensagens serão respondidas em tempo real, ou no mínimo, de maneira oportuna. Embora seja responsabilidade da sua empresa estabelecer as regras para que os funcionários não se cansem ou acumulem horas extras ao lidar com comunicações internas 24 horas por dia, também é importante tornar o aplicativo digital no local de trabalho acessível a todos os funcionários. possível. Para muitos, isso significa usar qualquer telefone celular em sua posse. Em 2019, será de fundamental importância garantir que seu fornecedor de local de trabalho digital possa funcionar em uma grande variedade de dispositivos. 

Um aumento da presença da IA 

Dependendo de com quem você fala, inteligência artificial (AI) é recebida com excitação ou ceticismo e preocupação. Embora existam muitas indústrias que eventualmente serão dominadas pela IA, o setor de hotelaria provavelmente não terá automação total em 2019, ou nunca o terá. 

Com isso dito, muitas empresas do setor de hotelaria começaram a incorporar alguns robôs amigáveis para ajudar com algumas tarefas domésticas e outras tarefas que não exigem muita interação face a face. A IA acabará por ajudar a experiência do hóspede melhorando a qualidade de qualquer troca pessoa a pessoa. 

A automação não pretende ameaçar uma indústria em expansão, mas sim mantê-la simplificada, livre de erros e manter altos padrões naquilo que faz melhor; esforçando-se para tornar a experiência do cliente o mais impecável possível. 

 

Fonte: HN hospitalitynet

Artigo original:   https://www.hospitalitynet.org/news/4091140.html

Envie um comentário