Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Sexta-feira, 24 Setembro, 2021

Role para cima

Top

Sem comentários

Marriott vai construir um AC Hotel pré-fabricado em Manhattan, New York

Marriott vai construir um AC Hotel pré-fabricado em  Manhattan, New York

A Marriott aposta em quartos pré-fabricados.  O maior hoteleiro do mundo está a planear construir o hotel modular mais alto do mundo, no bairro de NoMad, em Manhattan. 

 Os 168 quartos serão montados numa fábrica polaca, atravessarão o Atlântico e serão transportados de caminhão e à noite até o coração de Nova York, quando as ruas da cidade podem acomodar esse tipo de carga.

Espera-se que o AC Hotel de 26 andares seja erguido em 90 dias e aberto no próximo ano. A Marriott quer que esse prédio sirva de modelo para construtores, financiadores e fabricantes.

“Nosso objetivo é transformar a indústria”, diz Bloomberg e Skift Eric Jacobs, diretor de desenvolvimento da Marriott na América do Norte. “O preço e o tempo de construção são algo que importa muito para os proprietários e construtores”, acrescenta,  que quanto mais rápido um edifício é construído, melhor para todos.

Grandes redes como a Marriott estão a começar a ver essa construção modular como a melhor solução para abrir hotéis de forma rápida e barata. O método economiza tempo porque os construtores podem trabalhar no prédio enquanto os quartos são construídos numa fábrica, diz Jacobs.

 

Não é novo, mas é incomum

A construção modular não é nova no setor hoteleiro, mas é incomum que os construtores e investidores percebam isso. Mesmo assim, existem problemas. Como destaca Skift Sanat Patel, sócio-gerente da Avana Capital, que investiu 65 milhões de dólares na construção deste AC, “pode ​​ser difícil obter financiamento para esse tipo de projeto porque é necessário um custo inicial mais alto do que num edifício tradicional ».

Além disso, existem poucas empresas que se podem e dedicar à construção de quartos pré-fabricados. Até hoje, o negócio dessas empresas são hospitais, casas ou apartamentos para estudantes. Mesmo assim, a falta de mão de obra no setor de construção, que aumentou excessivamente o tempo de  construção de edifícios, tem despertado a atratividade para as construções modulares.

De fato, Jacobs está muito otimista, considerando que 25% de todos os hotéis na sua carteira, que além da AC incluem marcas como Courtyard by Marriott ou Faifield Inn & Suites na América do Norte, serão construções modulares.

E também há benefício para os hóspedes. Normalmente, em um hotel tradicional, os quartos compartilham partições, mas os projetos modulares geralmente exigem que haja lacunas entre uma sala e outra. Portanto, eles ganham muito em tranquilidade e isolamento acústico.

Foto: Marriott

Marriot Lisboa:  https://www.marriott.pt/hotels/travel/lispt-lisbon-marriott-hotel/

Envie um comentário