Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Sexta-feira, 23 Julho, 2021

Role para cima

Top

A Thomas Cook faliu

A Thomas Cook faliu

A falência da Thomas Cooke deixa cerca de 600 mil turistas sem apoio e causa milhões de euros aos operadores turísticos

Hoje dia 22 de setembro foi anunciada a falência do operador turístico britânico Thomas Cook deixando cerca de 600 mil turistas dependentes desta empresa com problemas de repatriamento. 

A companhia que empregava cerca de 22.000, cessou todas as operações. 

Dos 600.000 turistas espalhados por todo o mundo, cerca de 150.000 são britânicos. O governo britânico está a preparar a repatriação dos turistas que vai ser a maior desde a II Guerra Mundial 

A empresa que opera à 178 anos e que ultimamente atravessava uma grave crise financeira falhou as negociações para um pacote de resgate com o grupo chinês Fosun. 

Em Portugal o impacto desta falência vai refletir-se principalmente no Algarve onde presidente e fundador da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, prevê que seja na ordem dos milhões de euros

Ver artigo relacionado com  falência da Thomas Cook