Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Quinta-feira, 12 Dezembro, 2019

Role para cima

Top

Prémio Nacional de Turismo distingue nove casos de sucesso nacional

Prémio Nacional de Turismo distingue nove casos de sucesso nacional

1ª edição do Prémio Nacional de Turismo atribui Prémio Carreira a Dionísio Pestana. Categorias a concurso divididas por restauração, alojamento e serviços turísticos e categorias por nomeação abrangem Projeto Inovador, Projeto Público, Turismo Responsável e Carreira.

Iniciativa que junta o Expresso e o BPI na promoção dos melhores exemplos do sector recebeu 464 candidaturas.

Os vencedores da 1ª edição do Prémio Nacional de Turismo (PNT 2019) foram conhecidos num evento que decorreu na passada 5ª feira, na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. A cerimónia contou com a presença de Pedro Barreto, administrador do BPI, bem como Francisco Pedro Balsemão, CEO do Grupo Impresa, que entregaram prémios aos vencedores.

Na categoria Hotelaria foi distinguido o hotel alentejano “São Lourenço do Barrocal”. A “Aldeia da Cuada”, na Ilhas das Flores, Açores, foi a vencedora da categoria Alojamento Local, na qual foi ainda atribuída uma menção honrosa ao “The Passenger Hostel”, no Porto. Na categoria Restauração foi reconhecido o restaurante “A Cozinha” do chef António Loureiro, de Guimarães, e a empresa “Vertigem Azul”, de Setúbal, foi distinguida na categoria Serviços Turísticos.

O júri decidiu ainda reconhecer iniciativas e personalidades pelo seu importante contributo para o setor do turismo: “The Presidential Train” ganhou o prémio Projeto Inovador (Douro/Porto), a “Rota Estrada Nacional 2” foi distinguida na categoria Projeto Público e o “Programa HOSPES” da Associação de Hotelaria de Portugal venceu na categoria Turismo Responsável.

Dionísio Pestana recebeu o último prémio da cerimónia, o Prémio Carreira, pelo seu enorme contributo para o desenvolvimento do setor do turismo em Portugal.

Pedro Barreto destacou a importância de “ajudar todas as empresas e empresários que estão a começar e que estão a fazer investimentos relevantes para o país.” O administrador do BPI referiu que “o Banco conhece muito bem o sector e queremos apoiar as empresas, não só no financiamento, como sempre fazemos, mas também no reconhecimento e promoção da sua trajetória de sucesso. Portugal deve continuar a potenciar o crescimento do turismo, de forma sustentável, apostando na descentralização dos destinos turísticos internos e na melhoria na qualidade da oferta a todos os níveis”.

 

PNT recebeu 464 candidaturas

O PNT 2019 foi criado com o objetivo de premiar as empresas portuguesas que se distingam como casos de sucesso, enquadradas nas categorias de Alojamento, Restauração e Serviços Turísticos. Pretende igualmente reconhecer projetos de turismo responsável, iniciativas que se destacaram pela inovação e projetos de âmbito público.

A iniciativa tem o alto patrocínio do Ministério da Economia, o apoio institucional do Turismo de Portugal e a assessoria técnica da Deloitte.

Na sua primeira edição, o Prémio Nacional de Turismo recebeu 464 candidaturas de todo o país. As candidaturas dividiram-se em: 207 na categoria Alojamento, 162 na Restauração e 95 nos Serviços Turísticos.

A qualidade das candidaturas foi avaliada por Comités Técnicos e por um Júri. Qualidade e inovação da oferta, satisfação do cliente, qualificação ambiental, performance operacional e contributo para o desenvolvimento turístico foram alguns dos critérios considerados para essa avaliação e eleição dos vencedores.