Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Segunda-feira, 2 Agosto, 2021

Role para cima

Top

A geração Z inspira-se no Instagram para escolher as suas viagens

A geração Z inspira-se  no Instagram para escolher as suas viagens

Especula-se frequentemente sobre a Geração Z e como  usam as redes sociais, principalmente o Instagram.  Cansou-se  das redes? Ainda compartilha conteúdo? Realmente confia em influenciers?

Um novo estudo da Booking.com revela que, embora os viajantes da Geração Z sejam turistas visuais intimamente ligados à imagem nas redes sociais ,as  suas motivações não podem ser medidas apenas em pixels.

 

Veja para se alojar

Uma imagem vale mais que mil palavras e, para a Geração Z, essas palavras devem incluir as tags #travel e #inspo. Mais da metade da geração Z (62%) gosta de ver postagens e fotos de viagens nas redes sociais. Quando se trata de decidir quais os destinos a visitar, essa geração segmenta imediatamente os seus feeds. 42% colocam-os  em primeiro lugar na lista de fontes de inspiração para viagens.

Entre os homens da geração Z, a probabilidade de planear as suas próximas férias enquanto consultam as redes sociais é de 43%. Essa confiança no Instagram é maior que a média espanhola (24%) e até a dos millennials (30%). Quando se trata de escolher novos destinos, um em cada quatro espanhóis da geração Z (29%) diz que são influenciados por influencers de mídia social. Da mesma forma, 26% dizem que normalmente dependem de influencers nas recomendações de viagens.

No entanto, a inspiração para a geração Z não vem apenas dos ecrãs dos seus smartphones. 

40% dos participantes são influenciados pelos destinos exibidos em filmes ou séries de TV. Além disso, algumas recomendações de viagens ainda vêm de interações sociais que não são fornecidas on-line, já que 34% consultam os seus amigos para obter informações sobre viagens.

 

Especialistas em fotografia para redes sociais

30% da geração espanhola Z comenta que está interessado em viajar para lugares que ficam bem nas fotos. Quase metade  desta geração (49%) diz que carrega sempre  fotos nas redes sociais quando viaja. O número é mais alto do que em qualquer outro segmento demográfico (49% comparado a 35% de todos os viajantes).

Nas últimas férias, 32% da geração  Z tirou entre 10 a 30 fotos por dia, enquanto 26% fez mais de 50 fotos por dia.

Não é de surpreender que a Geração Z, a primeira a crescer como nativa digital, seja uma geração formada por pessoas que não querem viver sem uma conexão à Internet. Para 57%, a conexão Wi-Fi é a mais valorizada durante a estadia, número que excede qualquer segmento demográfico e seu serviço mais apreciado.

 

(Não) apenas para enviá-lo para o Instagram

O Instagram não é a única motivação da Geração Z, pois  estão cientes da importância das experiências de férias. 61% dos entrevistados dizem que preferem concentrar-se no que estão a  viver para aproveitar o momento, em vez de gastar tempo a tirar fotos para as redes sociais.

Isso sugere que as fotos do feed são apenas um dos pontos importantes da viagem. Essa geração focada em experiências prefere dispensar a conexão à Internet, pois 60% consideram que se dá demasiada importância ao viajar.

Portanto, embora a influência das redes sociais seja inegável, não parece que em num futuro próximo se interponham entre a Geração Z e suas experiências de viagem na vida real.