Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Sábado, 29 Janeiro, 2022

Role para cima

Top

Como o setor da hotelaria recuperará a confiança dos viajantes?

Como o setor da hotelaria recuperará a confiança dos viajantes?

Com milhões de pessoas em todo o mundo sem poder sair de casa, muitas começam a planear as  as  férias sem saber qual será a nova realidade que os espera.

Os destinos e as empresas turismo terão que se esforçar e tomar novas medidas para recuperar a confiança dos viajantes.

O portal de viagens Holidayguru.es  compilou algumas das medidas que podem ser tomadas para aliviar essa situação e que nos levarão a um ‘novo normal’ do qual, sem dúvida, emergiremos reforçados.

Fim da temporada de férias

Aumentar as férias fora de temporada será um dos desafios para muitas empresas de turismo. A crise chegou no pior momento – não apenas em Portugal, mas em toda a Europa. Faz sentido, então, que as férias genericamente sejam realizadas em datas específicas? Deveria haver maior coordenação para que a marcação de férias afetem o mínimo possível um fluxo contínuo de turistas ao longo do ano?

Turismo mais sustentável e menos massivo

Mesmo antes da crise decorrente do COVID-19, o turismo de massa estava na boca de todos por causa dos danos que causou em muitas cidades. Numa nova realidade em que o distanciamento social prevalecerá, os viajantes pensarão duas vezes em caminhar em locais cheios de pessoas, escolhendo destinos menos visitados, onde a sustentabilidade terá um papel fundamental.

Voe em seu próprio ‘cubículo’

Instalar assentos a dois metros de distância em aviões é difícil e também não é economicamente viável para as empresas. Muitas companhias aérea estão relutantes em deixar lugares vazios e terão que encontrar soluções que gerem a confiança dos viajantes. Muitas empresas de aviação já lançaram soluções como a americana  Under The Weather, que criou cubículos de plástico para cada viajante e que seriam instalados nos aviões para proteger e ser protegido.

Higiene: mais importante do que nunca

Aprendemos a valorizar as medidas de higiene que, sem dúvida, nos acompanharão por um longo período. Manter essas medidas em buffets de comida, piscinas ou meios de transporte será um desafio para as empresas e um esforço extra para os viajantes.

Países como Portugal já avançaram e o seu o Turismo de Portugal oferece um selo de qualidade sanitário,  por um ano para os estabelecimentos que cumpram com  requisitos exigidos pelo COVID-19.

Mais automação em hotéis 

O último relatório da Colliers International mostrou como a inteligência artificial pode aumentar as receitas de hotéis em até 15%. Em muitos estabelecimentos já existem receções automáticas sem pessoal humano ou controladores de voz em elevadores e quartos, para evitar qualquer contacto. Uma norma que poderia ser generalizada nesta nova realidade que ainda precisamos descobrir.

 Foto: Pablo Heimplatz en Unsplash