Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Terça-feira, 30 Novembro, 2021

Role para cima

Top

Quartos inteligentes, o novo desafio da hotelaria

Quartos inteligentes, o novo desafio da hotelaria

Localizado no Geoparque Catalunha Central, o “Mas de la Sala” é um hotel quatro estrelas com  restaurante de cozinha tradicional.

O complexo hoteleiro  rodeado de terrenos secos e vinhas  de origem Pla de Bages,  iniciou um importante projeto de automação.

O objetivo é que, assim como território, gastronomia e vinho andem de mãos dadas neste ambiente privilegiado, também a tecnologia. 

Neste ambiente rústico, que inspira calma e tranquilidade, as últimas novidades da Loxone, fabricante de soluções completas para automatização de edifícios e quartos, podem ser agora  encontradas nalguns dos seus quartos. O projeto, que se adapta às avaliações e exigências do hotel, oferece uma melhor experiência aos seus clientes, que podem sentir em primeira mão o prazer de dormir num quarto inteligente e automatizado.

Quartos inteligentes 

Um dos objetivo comum para hóspedes, proprietários de hotéis e para a Loxone é a facilidade de controle dessa tecnologia. É por isso que os quartos inteligentes do “Mas de la Sala” têm um princípio básico: automação. Os hóspedes não precisam tocar em nada, pois os sensores e detetores sabem o status e ligam / desligam tudo o que for necessário. 

As persianas funcionam com sombreamento automático. No momento em que o sol nasce, se for verão e o quarto estiver a ficar muito aquecido, baixam automaticamente, e assim que o sol deixar de brilha dentro do quarto, também sobem automaticamente. Isso representa uma redução significativa no consumo de energia do quarto, uma vez que não força o ar condicionado ou aquecimento a ser acionado com mais em potência. 

A iluminação acende-se à medida que o cliente passa e apaga-se depois de decorrido o tempo necessário (não se apaga quando o hóspede ainda está no quarto, erro comum em muitos detetores de movimento e presença).

Áudio integrado e controle de temperatura

O controle de temperatura é outro aspeto fundamental de um projeto de automação. Se o quarto for reservado, o sistema de ar condicionado é ativado automaticamente com a temperatura desejada. Se não houver ninguém fisicamente no quarto, mas o quarto estiver reservado aguardando o hóspede,  não se desliga completamente, mas muda para a temperatura mais económica. Além disso, se o quarto não for reservado, o ar condicionado é desligado, evitando descuidos e gastos desnecessários.

Outra obrigação é o áudio integrado com função de boas-vindas ao hóspede, ativação de música na casa de banho e a seleção de música através de botões de acordo com os diferentes ambientes de iluminação.

E se o cliente quiser assumir o controle? Se  precisar alterar o ambiente de iluminação, aumentar ou diminuir as persianas manualmente ou gerir o áudio, os botões da Loxone Touch estão sempre no canto perfeito da sala. Destaque para o botão Loxone Touch Surface, que pode ser integrado sob superfícies de madeira, vidro, cerâmica ou pedra quase impercetível, e o botão Touch Nightlight, que também possui luz de mesa e despertador.

Eficiência energética

A Loxone como um sistema de automação num hotel também está intimamente relacionado à eficiência energética. O controlo do sistema de ar condicionado (um dos itens que mais consome energia), a automatização de estores, assim como a iluminação e os acessos, facilita a gestão das funções necessárias para evitar custos com energia.

A gestão de temperatura pode ser feito de forma abrangente com base nas reservas. Além disso, se não houver ninguém na divisão, a temperatura é regulada automaticamente. A iluminação apaga-se automaticamente em locais onde não haja ninguém, principalmente quando os clientes não estão no quarto, independentemente de terem conseguido deixar algum objeto no porta-cartões, simulando a sua presença. Quando as janelas são abertas, se o aquecimento ou o ar condicionado estiverem ligados, a temperatura é regulada automaticamente.

Por outro lado, a automação das persianas facilita o acionamento do sombreamento automático no verão, evitando que o sol entre na sala e aumente excessivamente a temperatura, sendo necessário acionar o ar condicionado em potência superior. Da mesma forma, no inverno, é mais fácil para o sol auxiliar o sistema de aquecimento nos horários de pico.

O melhor conforto: modo noturno

A reabilitação dos quartos foi acompanhada por um aumento do conforto para os clientes. A automação melhora a experiência no quarto, combinando ambientes de iluminação, principalmente na suíte, onde as cores do quarto podem ser combinadas com as da banheira de hidromassagem, vivenciando momentos únicos.

Uma característica especial dos quartos elegantes do “Mas de la Sala” é o modo noturno. Quando o cliente vai dormir, basta premir um botão e as persianas baixarem automaticamente, todas as luzes se apagam (evitando a situação recorrente e incómoda de se levantar novamente para apagar uma luz que ficou acesa) e a temperatura é regulada. Se precisar  levantar-se à noite, uma luz azul fraca será ativada, permitindo que  veja o caminho perfeitamente sem o incomodar.