Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Segunda-feira, 26 Outubro, 2020

Role para cima

Top

2ª edição do Prémio Nacional de Turismo recebe 401 projetos, entre candidaturas e nomeações

2ª edição do Prémio Nacional de Turismo recebe 401 projetos, entre candidaturas e nomeações

Iniciativa conjunta do BPI e do Expresso vai premiar empresas, projetos públicos e personalidades pelo seu contributo para o setor do turismo.

O Prémio Nacional de Turismo, iniciativa organizada em parceria entre o BPI e o semanário Expresso, conseguiu angariar, nesta 2ª edição, 401 candidaturas e nomeações de empresas turísticas de todo o país. Deste total, 41% dizem respeito a Turismo Autêntico, 15% a Turismo em Rede, 18% a Turismo de Confiança, 9% a Turismo Inteligente e 17% a Turismo Sustentável. Foram também efetuadas 36 nomeações destinadas à categoria especial “Carreira”.

Num momento em que as entidades do setor do turismo foram fortemente afetadas pela pandemia Covid-19, estes resultados superam as melhores expectativas e confirmam a relevância desta iniciativa lançada com grande sucesso em 2019.

Durante o mês de outubro terá lugar o processo de avaliação assegurado pela Deloitte, entidade que atribuirá pontuação a todos os candidatos e nomeações, em todas as categorias dos prémios, e, no mês de novembro, serão realizadas as reuniões dos Comités e do Júri, constituído por representantes de diferentes quadrantes da sociedade portuguesa, que irão eleger os grandes vencedores da 2ª edição do Prémio Nacional de Turismo. 

Pedro Barreto referiu ser “muito positivo que, num ano tão excecional, em que o Turismo enfrenta uma crise inesperada de grande magnitude, as empresas tenham dedicado tempo a preparar a candidatura a este Prémio, que este ano foi adaptado para destacar a adoção de novas práticas, de novos modelos de negócio e de novos princípios e valores. É com muito orgulho que o BPI regista esta elevada participação e este tão abrangente número de candidaturas.

O Administrador de Empresas e Institucionais do BPI acrescenta ainda que “este resultado não podia ter sido alcançado sem o forte apoio dos parceiros, que participaram na reformulação do Prémio e na sua divulgação, e o enorme envolvimento dos vários stakeholders do setor, nomeadamente as Regiões de Turismo e as principais Associações do Setor, que tendo acompanhado as empresas na sua adaptação, tiveram o papel de as incentivar a candidatarem-se”.

O Prémio Nacional de Turismo conta com o alto patrocínio do Ministério da Economia e da Transição Digital, o apoio institucional do Turismo de Portugal, IP, e o apoio da Deloitte, como knowledge partner.