Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Terça-feira, 13 Abril, 2021

Role para cima

Top

Turistas chineses querem viajar, mas olham para a Europa com desconfiança

Turistas chineses querem viajar, mas olham para a Europa com desconfiança

O turista chinês quer viajar e está muito mais disposto a fazê-lo do que em setembro passado, mas não vê todos os destinos com os mesmos olhos.

Segundo estudo publicado pela Dragon Trail Research, os viajantes chineses olham para o exterior com cautela, mostrando maior incerteza para os países europeus do que para os asiáticos.

No relatório pediram a esses viajantes que catalogassem os níveis de segurança percebidos em 12 destinos à volta do mundo. Sem dúvida que o Japão e Singapura foram os mais seguros para eles, embora tenham surgido dúvidas quando tiveram que avaliar países da UE.  Apenas a Alemanha (35%) e a França (39%) se saíram melhor na Europa, o Reino Unido (47%), França (50%) ou Alemanha (52%). Estão mais dispostos  a viajar para a Tailândia (48%) ou Austrália (40%) 

Mesmo assim, os Estados Unidos são, de longe, o país que desperta menos segurança nesses turistas, já que apenas 12% o consideram um destino seguro, contra 82% que afirmam ser um destino perigoso do ponto de vista sanitário.

Asia desperta mais confiança

Em suma, embora a percepção tenha melhorado em relação ao início da pandemia, os viajantes chineses continuam a confiar mais na Ásia ao planear suas viagens futuras. A Europa ocupa o segundo lugar e a América do Norte, apesar de ser mais insegura do que qualquer outra região, ocupa o terceiro lugar.

Quanto ao motivo das  viagens, os turistas chineses continuam a colocar entre os seus principais motivos o facto de experimentar a gastronomia local, visitando locais de interesse e atrações turísticas e museus. Da mesma forma, devido à pandemia, é crescente o interesse em fazer atividades ao ar livre e na natureza.

 

 

 

Clique no link para ler a edição digital:

https://www.tecnohotelnews.pt/revista/no11-janeiro-fevreiro-2021/