Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Segunda-feira, 18 Outubro, 2021

Role para cima

Top

Marcelo Rebelo de Sousa em visita ao Soalheiro

Marcelo Rebelo de Sousa em visita ao Soalheiro

O Presidente da República, em visita ao Alto Minho, foi conhecer o produtor pioneiro na criação do vinho Alvarinho em Melgaço e os seus projetos de inovação e sustentabilidade. “É destes projetos que começaram pequenos e hoje são grandes que se faz a vontade coletiva e o progresso do país”

“Uma família, que se agrega a outras famílias, e tem uma experiência partilhada com múltiplos produtores, que não deixam de ter o que é seu, mas contribuem para um projeto conjunto, que vai melhorando e inovando, ao nível do melhor que há no mundo”. Foi desta forma que Marcelo Rebelo de Sousa concluiu a sua visita ao Soalheiro, produtor que desde 1974 se dedica à produção de Alvarinho em Melgaço.

 

O Presidente da República, em roteiro pelo Alto Minho, foi conhecer a adega recentemente modernizada e os projetos de inovação e sustentabilidade em curso, acompanhado pela família fundadora e atual gestora da Quinta de Soalheiro, os irmãos Luís e Maria João Cerdeira e a mãe Palmira, elogiando a história e o futuro do Soalheiro: “Isto é o futuro do país, um projeto que inova nos produtos, inova no design, inova na distribuição, inova nas parcerias com outros produtos de indústrias da região e, ao fazer isto, não só cria riqueza, não só exporta, não só difunde o nome de Portugal, como sobretudo cria condições para, de forma sustentável, garantir uma fixação de pessoas aqui, uma coesão territorial, uma coesão social, que é o grande drama das sub-regiões mais distantes dos grandes centros urbanos.

 

Depois da receção pela equipa de mais de 30 colaboradores, Marcelo conheceu a Cave de Inovação, onde o Soalheiro dá azo não apenas aos seus projetos próprios de investigação, como abre portas a parceiros para o desenvolvimento de projetos conjuntos de inovação.  Uma verdadeira incubadora de ideias que, segundo Luís Cerdeira, enólogo e gestor do Soalheiro, representam “10% do negócio e 90% da paixão”, e que a médio prazo permitirão gerar valor e sustentabilidade financeira não apenas para a empresa como para o território. “É necessário inovar para gerar valor”, sublinha o responsável.

 

A par da inovação, o investimento em sustentabilidade esteve também em evidência na visita presidencial, em que foram apresentados em primeira-mão os primeiros protótipos de peças produzidas com o tecido alternativo ao couro, feito à base de bagaço de uva, resultado de uma parceria com a Tintex Textiles. Um exemplo de uma estratégia integrada e a longo prazo, em que se insere a nova garrafa com menos 19% de vidro, com uma importante redução da pegada carbónica ou a instalação de uma cobertura vegetal na adega que permitiu uma poupança energética de 26% ao ano.

 

De referir ainda que, em 2020, o Soalheiro manteve a sua atividade a 100%, tendo reforçado, em contraciclo, a sua equipa em 30%, para um total de 36 pessoas e aumentado em 20% a sua exportação para mais de 40 países, tendo como mercados principais centro da Europa, Estados Unidos e Japão.

 

Na visita estiveram ainda presentes Manoel Batista, Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, António Barbosa, Presidente da Câmara Municipal de Monção, Diogo Castro, Presidente da Junta de Freguesia de Alvaredo, Manuel Pinheiro, Presidente da CVR Vinhos Verdes e Anselmo Mendes, Presidente da APA – Associação de Produtores de Alvarinho.

 

 

 

 

Siga a TecnoHotel Portugal nas redes sociais