Outros

Concreta e Elétrica reafirmam dinâmica e otimismo do setor da arquitetura, construção e engenharia

Depois de uma pausa forçada, a Exponor voltou a promover, em simultâneo, as duas feiras de referência no setor da construção em Portugal, atraindo milhares de visitantes nacionais e internacionais.

19-10-2022 . Por TecnoHotel Portugal

Concreta e Elétrica reafirmam dinâmica e otimismo do setor da arquitetura, construção e engenharia

O regresso ao formato presencial foi muito valorizado por expositores e visitantes que destacam a vitalidade e dinâmica das feiras, em sintonia com o setor.

 

19 de outubro de 2022 – Com um formato renovado e a celebrar 30 edições, a Concreta – Feira de Arquitetura, Construção, Design e Engenhariavoltou a servir de plataforma de contacto e partilha entre empresas e profissionais do setor, alicerçada nas temáticas da construção sustentável e à economia circular. Em simultâneo, a Elétrica - Feira de Material Elétrico e Eletrónica trouxe luz sobre as novas tendências em eficiência energética. Ambos os eventos reuniram cerca de 27.000 visitantes profissionais, que revelaram, nas palavras de Amélia Estevão, diretora da feira “um grande entusiasmo por voltar ao contacto presencial, à interação com as marcas e à recolha de informação sobre novas soluções para os seus projetos”.

 

No rescaldo das feiras que ocuparam os pavilhões da Exponor, de 13 a 16 de outubro, Bruno Baldaia, Vice-Presidente da Ordem dos Arquitetos, entidade parceira da Concreta, ressalva “o programa ambicioso de debates e apresentações, que teve uma excelente adesão do público, ávido de informação e de voltar à partilha de ideias e contactos”. Já Teresa Barbosa, representante da Ordem dos Engenheiros, também parceira do evento, destaca o feedback dos expositores que “notaram um crescimento qualitativo substancial na feira, tanto a nível da qualidade dos expositores como do perfil de visitantes, com resultados práticos a nível da concretização de negócios e de parcerias”. A responsável refere mesmo que “esta edição foi uma consagração de um ciclo de renovação que a Concreta tem vindo a implementar desde 2017, afirmando-se hoje em dia como a principal feira do setor em Portugal”. 

 

As empresas participantes partilham o entusiasmo face ao novo formato que “atrai mais e melhores visitantes e por consequência resulta em contactos mais qualitativos”, refere Paulo Grilo, da Tromilux, empresa expositora na Elétrica.  Já Carlos Manuel, da Amorim Revestimentos, faz um balanço “extremamente favorável desta edição”, destacando o “agrado dos visitantes e expositores pelo regresso ao contacto presencial”, naquele que foi um “regresso em força da Concreta”. Ávila e Sousa, Diretor Técnico do Grupo Preceram reafirma a opinião dos colegas, sublinhando o “enorme interesse dos visitantes em conhecer as soluções, em recolher material e em partilhar contactos”.

 

A 30ª edição da Concreta trouxe várias novidades, entre elas o ciclo de conferências “Na Primeira Pessoa”, com o propósito de dar voz aos arquitetos, engenheiros e designers que se distinguiram pela adoção de boas práticas de sustentabilidade e ainda o “Dream Lab”, um espaço, dedicado a start-ups, como forma de valorização de novos talentos e potencialização de oportunidades.

 

Não sendo novidade, mas em franca afirmação, a 3ª edição do Prémio Concreta Under 40 by CIN premiaram os projetos “Casa no Crato” de Inês Brandão (1º lugar) e “11 habitáculos na floresta” do atelier Summary, do arquiteto Samuel Gonçalves (2º lugar).

 

Em simultâneo, a Elétrica – Exposição de Material Elétrico e Eletrónica, apresentou as últimas novidades e soluções no setor da energia, com particular enfoque no tema da eficiência energética. 

 

A internacionalização das feiras, um dos objetivos da Exponor Exhibitions, organizadora dos eventos, concretizou-se pela presença de comitivas de compradores internacionais de Cabo Verde, Alemanha, Itália, República Checa, Alemanha, Países Baixo, Espanha, França e Polónia. “Temos vindo a investir sobretudo na qualidade da programação paralela à feira, com conferências, palestras e iniciativas que atraem não apenas os visitantes nacionais como internacionais. De destacar, nesta edição a reunião do Sector Group Europeu para a Construção, integrado na iniciativa da Enterprise Europe Network e ainda as conferências, com especialistas internacionais, em temas como sustentabilidade, digitalização e transição verde”, conclui Amélia Estevão.

 

RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

TecnoHotel Portugal nº22 novembro/dezembro

TecnoHotel Portugal nº22 novembro/dezembro

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.