Outros

Por um setor hoteleiro mais inclusivo e diversificado

A indústria do turismo tem a oportunidade de liderar como sector um novo paradigma em que a inclusão e a diversidade são posicionadas como valores fundamentais para impulsionar o crescimento. E os meios de comunicação não podem ficar parados.

07-05-2022 . Por TecnoHotel Portugal

Por um setor hoteleiro mais inclusivo e diversificado

A nossa obrigação como oradores é dar maior visibilidade aos grupos que tradicionalmente têm menos destaque. Além disso, com o facto de valorizarmos outras opiniões e de rompermos com a chamada "síndrome do impostor", colocamos no centro das práticas e estratégias de debate que são tão novas quanto eficazes.

É por isso que, este ano, o TecnoHotel Forum (1 a 2 de junho, CCIB de Barcelona) propôs abrir as suas portas a empresas e profissionais inovadores. Porque acreditamos que devem ser os critérios de referência de que a indústria precisa de ser mais equitativa e apostar na diversidade. Para tal, iniciámos também uma colaboração fluida com a RaizUp, uma plataforma de orientação profissional que defende o desenvolvimento pessoal e profissional das mulheres e de todos os grupos sub-representados no setor das viagens.

Um novo evento

Assim, organizámos uma mesa intitulada "As chaves para a construção de uma indústria hoteleira mais inclusiva e diversificada". Participarão no agrupamento Profissionais da estatura de Charo García Silgo (ApartoSuites Jardines de Sabatini), Rebeca Ávila (Accor Hotels), Victoria Capellà (Grupo Piñero), Almudena Casas (Marriott) ou Lucía Dávila (Mirai).

Além disso, a Dr.º Daniela Freund, coordenadora da licenciatura em Turismo na IQS School of Management da Universidade Ramon Llull, também estará presente no fórum. Especializado em liderança inclusiva, a Freund fará uma apresentação sobre a diversidade, tanto do ponto de vista do género como da acessibilidade.

A acessibilidade é outro aspeto a ter em conta no futuro (e presente no sector hoteleiro). Isto é demonstrado ano após ano pela cadeia Ilunion, dirigida por José Ángel Preciados. O CEO deste grupo hoteleiro vai participar no TecnoHotel Forum para apresentar o seu modelo de negócio, "feito de pessoas e para pessoas".

Esta cadeia estabeleceu um roteiro para 2025 onde prevalece a estratégia de sustentabilidade, mas também a social. Na verdade, abriram a marca a outros perfis, como mulheres que sofreram violência sexista ou grupos que estão em risco de exclusão devido ao género, idade ou religião.

Projetos e tecnologias disruptivos

Além disso, nesta edição daremos voz a projetos tão disruptivos como os Coliving Hotels. Ana Poley apresentará esta plataforma que oferece estadias longas em hotéis, fundindo políticas de sustentabilidade com novas culturas de trabalho. Por sua vez, serão discutidos metaversos, PSD2 e cibersegurança. Para isso, teremos, entre outros, oradores excecionais como a advogada Esther Montalvá; a diretora da Deloitte, Xavier Vila ou a diretora de Inovação da ITH, Paula Miralles.

Mas para além destes novos tópicos no nosso fórum, o TecnoHotel Forum mantém intactos os seus pilares mais sólidos. Como sempre, discutiremos a gestão de receitas, marketing, automação e robótica, como pode ver neste post completo. Tudo isto, claro, graças ao apoio de patrocinadores como Mirai, Cloudbeds, Shiji, GNA Hotel Solutions, Neobookings, Roiback, Wagestream e Hotelverse.

Em resumo, nos dias 1 e 2 de junho vemo-nos em Barcelona. Estamos à sua espera!

 

Por: David Val Palao


RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

TecnoHotel Portugal nº22 novembro/dezembro

TecnoHotel Portugal nº22 novembro/dezembro

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.