Sustentabilidade

Hotéis saudáveis: a nova norma do setor

O setor do turismo está atualmente a reinventar-se, para se adaptar a um cenário totalmente novo. A adoção de tecnologias digitais tem sido, e continuará a ser, essencial para cumprir os novos padrões e exigências.

22-12-2022 . Por TecnoHotel Portugal

Hotéis saudáveis: a nova norma do setor

Neste momento, para sobreviverem ao “novo normal”, os hotéis precisam de evoluir para um modelo de “Hotel Saudável”.

Neste novo modelo, o conforto e a experiência dos hóspedes continuam a ser primordiais, juntamente com a eficiência operacional e energética – mas agora também a higiene e a segurança são, mais do que nunca, uma prioridade. Esta combinação de necessidades é complexa de gerir e equilibrar; contudo, a integração de tecnologias e soluções digitais em cada etapa pode ajudar a facilitar a transformação.

Para satisfazerem requisitos de segurança cada vez mais rigorosos, os hotéis podem tirar partido de tecnologias e soluções que já estão disponíveis no mercado, de forma fácil e quase imediata.

É verdade que cada hotel (e edifício) é diferente e, como tal, não existe uma solução “padrão” para todos. No entanto, a vantagem das ferramentas digitais é que podem ser facilmente adaptadas e personalizadas de acordo com as necessidades únicas de cada empresa, em função do seu contexto e negócio.

Estas tecnologias podem ser implementadas em todos os processos do setor, desde a experiência do cliente à manutenção de back-end. Contudo, podemos identificar três áreas em particular às quais estas ferramentas podem trazer melhorias significativas: o bem-estar dos hóspedes e dos colaboradores, o controlo sem contacto (touchless) e a gestão dos espaços.

As soluções da Schneider Electric para hotéis saudáveis

Como resultado direto da pandemia, os sistemas operativos touchless são uma das tecnologias mais procuradas atualmente. Desde a possibilidade de realizar check-ins e check-outs remotos à integração de controlos por voz e movimento, as soluções foram concebidas para minimizar o contacto físico e ao mesmo tempo assegurar o maior conforto possível aos hóspedes.

O Connectivity Ecosystem, resultante da colaboração da Schneider Electric com a Somfy, a Danfoss e a Assa Abloy, oferece soluções de tecnologia touchless, conectadas digitalmente de forma constante, que permitem aos hóspedes e às equipas dos hotéis minimizar o contacto físico, ajudando-os em simultâneo a ser mais eficientes nas suas tarefas e atividades diárias.

Entre outras soluções que ajudam a salvaguardar a saúde dos hóspedes e a maximizar a higiene dos hotéis incluem-se também os sistemas automatizados de monitorização e controlo de edifícios, que permitem  avaliar com precisão a qualidade do ar interior e a utilização dos espaços, para manter uma distância social adequada.

Medir a qualidade do ar dos espaços públicos interiores é essencial para manter uma taxa adequada de renovação do ar sem tornar o ambiente demasiado frio, permitindo assim assegurar o conforto e a saúde geral dos hóspedes. Os sensores de CO2 e de Compósitos Orgânicos Volatéis (COV) são a forma indireta mais eficaz de estarmos informados sobre a qualidade do ar interior de um hotel em tempo real, uma vez que enviam alertas sempre que é necessário os ventilar os quartos e reajustar os parâmetros, aumentando a segurança dos ocupantes.

Em última instância, uma das mudanças mais necessárias neste momento deve acontecer ao nível da gestão. Para darmos passos na direção certa, é essencial que os gestores comecem a assumir a responsabilidade pela transformação digital, para que o negócio possa prosperar.

 

   Autor: Luis Sykes, Key Account Manager, Schneider Electric

 

RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

TecnoHotel Portugal nº23 janeiro/fevereiro2023

TecnoHotel Portugal nº23 janeiro/fevereiro2023

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.