Sustentabilidade

Quais aspectos devem ser levados em consideração na instalação de painéis solares

Falamos muito de sustentabilidade, de poupança de energia e das medidas que podem ser tomadas pelos hotéis, bem como da consciência que deve ser transmitida aos clientes.

25-12-2023 . Por TecnoHotelPortugal

Quais aspectos devem ser levados em consideração na instalação de painéis solares

Uma das soluções são os painéis solares, mas será que está na altura de os instalar? Que aspectos devem ser levados em consideração antes de instalar este tipo de energia sustentável?

No dia 13 de dezembro, Jorge Morales, especialista em energia e fundador da Próxima Energía, fez uma apresentação no evento TecnoHotel OnTour realizado em Madrid, onde abordou questões cruciais relacionadas com a rentabilidade da energia solar e deu conselhos valiosos para quem considera a instalação de energia solar. painéis.

Morales iniciou a sua apresentação concentrando-se na forma como os subsídios governamentais pós-COVID-19 e os fundos europeus influenciaram o mercado de energia solar, destacando que estes fundos estão prestes a terminar (31 de dezembro de 2023). Isto, segundo Morales, afeta principalmente a esfera doméstica, visto que os subsídios cobriram uma percentagem significativa do investimento em painéis solares.

E, como explicou o especialista em energia, há uma diferença nos padrões de consumo de energia entre empresas e residências, apontando que as empresas, que consomem energia principalmente durante o dia, podem beneficiar mais da energia solar em comparação com a energia solar, sendo que as residências consomem energia maioritariamente. à noite. Morales destacou a importância de considerar o preço de compra e venda de energia, que varia significativamente entre o dia e a noite.

Outro problema que Morales abordou em sua apresentação são as taxas de juros que afetam os investimentos em energia solar. Apesar destes desafios, destacou que há aspectos positivos, como “a queda do preço dos painéis este ano em mais de 20%, o que também está a ajudar a melhorar a rentabilidade”.

 

Personalização energética de acordo com cada hotel

Para ele, o segredo está na personalização dos estudos de viabilidade, porque “cada hotel é um mundo”. Insistiu que a previsão do preço da energia e a estimativa do consumo devem ser detalhadas e ajustadas a cada situação específica.

• Preço horário da energia: A importância de considerar o preço horário em vez de apenas o preço médio. Isto implica um planeamento mais detalhado e adaptado às flutuações do mercado.

• Estimativa do consumo horário: destacou a necessidade de estimar o consumo de energia por hora, enfatizando que varia significativamente mesmo entre estabelecimentos semelhantes. Isto sugere que os padrões de consumo não são uniformes e requerem uma análise individualizada.

• Produção a longo prazo e rentabilidade das energias renováveis: Observou que a instalação de energias renováveis ​​deve ser vista como um investimento a longo prazo, com painéis oferecendo “garantias de produção de até 20 anos e retornos realistas de 20% no melhor dos casos .”». Alertou ainda os presentes para terem muito cuidado com quem inflaciona os preços, pois “surgem retornos enormes, quando na realidade depois fica-se desiludido por não ter tantas poupanças como esperava”.

 

Autoconsumo remoto

Morales também abordou a questão do autoconsumo remoto, prática que considerou “uma boa solução”, pois permite que estabelecimentos sem espaço adequado para painéis solares participem em projetos de energia solar em outras localidades, embora seja “menos rentável do que autoconsumo direto.

A lei atual permite o autoconsumo num raio de até dois quilómetros, permitindo que pessoas sem espaço próprio para painéis solares aluguem telhados próximos e gerem a sua própria energia renovável, o que se traduz numa poupança direta na fatura energética.

Em relação à alternativa de investir em macro parques solares, Morales destacou que “a rentabilidade será menor porque são todos excedentes”, e descreveu isso como “uma espécie de investimento em energias renováveis”.

 

 

Para ver o vídeo clique AQUI

 

Revista digital

THPORTUGAL 29 JANEIRO/FEVEREIRO 2024

THPORTUGAL 29 JANEIRO/FEVEREIRO 2024

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.