Distribuição

35% das reservas de hotéis tem como origem dispositivos móveis

Hoje, os usuários procuram maneiras simples e convenientes de fazer suas reservas de hotel, e é por isso que os dispositivos móveis representam 35% de todas as reservas de viagens online, de acordo com a pesquisa mais recente da Euromonitor.

14-08-2023 . Por TecnoHotelPortugal

35% das reservas de hotéis tem como  origem  dispositivos móveis

Da parte da Booking.com, mais da metade de suas reservas são feitas num dispositivo móvel.

Se analisarmos os dados de reservas de 260 cadeias hoteleiras e 9.000 propriedades, a empresa Affilred revelou um aumento dos dispositivos móveis de quase 24% entre 2020 e 2022. Mas continuam a aumentar porque no primeiro trimestre deste 2023 atingem quase 29% .

Segundo Ana Carmona, diretora de comunicação de marketing da Affilred, para a Phocuswire, “a explosão das aplicações de reserva criadas por cadeias hoteleiras e outros operadores, a adoção de estratégias de promoção deste canal e a realidade de termos atualmente uma audiência em crescimento Digitalizado ” aumenta as reservas por meio de dispositivos móveis.

Este meio também inclui as declarações de María Magdalena Llabrés, gerente de receita e comércio eletrônico da JS Hotels, que afirma que a empresa experimentou o maior aumento de reservas móveis em 2021 e espera um aumento de 5% nas reservas por meio desses dispositivos em 2023 em relação ao ano passado.

Para Juan Aguila, chefe de comércio eletrônico da Delphinus, a pandemia é um possível acelerador de reservas móveis, que, ao contrário, Llabrés não pensa o mesmo. Além disso, Aguila também notou que as reservas móveis tendem a ser "mais impulsivas e mais próximas do horário de sua atividade".

Os dados corroboram, as reservas através de dispositivos móveis vão continuar a aumentar e também graças ao foco e facilidades que a OTA está a proporcionar nas suas aplicações, por exemplo, o Booking tem preços especiais para quem reserva através do telemóvel.

O relatório da Quantum Metric, empresa de análise de experiência digital, mostra que a busca de viagens pela internet está registrando aumentos mensais de 4% no tráfego, sendo o mercado mobile responsável por 80% do tráfego mensal. Portanto, sites móveis e motores de reserva devem estar bem preparados.

Para a Paraty Tech, são cinco aspectos fundamentais que um motor de reservas mobile deve ter e assim continuar a aumentar este tipo de reservas: experiência do utilizador, especificidade do conteúdo, velocidade de carregamento, agilidade de desenvolvimento e, por fim, conversão. Desde Paraty trabalham com versões independentes de motores para web e versão mobile porque, «os utilizadores não se comportam da mesma forma quando acedem à web a partir do seu computador, como quando o fazem a partir do seu telemóvel. Não procuram a mesma coisa, não navegam na mesma coisa e não gastam o mesmo tempo”, explica Daniel Romero,  diretor de comunicação da Paraty Tech,.

 

RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

THPORTUGAL 31 MAIO/JUNHO 2024

THPORTUGAL 31 MAIO/JUNHO 2024

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.