Distribuição

Um novo capítulo para as regras do arrendamento de curta duração na Europa

Nathan Blecharczyk, cofundador e diretor de estratégia da Airbnb, escreveu aos decisores políticos europeus para apoiar e saudar os progressos realizados na regulamentação da UE relativa ao arrendamento de curta duração.

25-12-2023 . Por TecnoHotelPortugal

Um novo capítulo para as regras do arrendamento de curta duração na Europa

Estimados dirigentes europeus,

Há mais de dois anos, solicitámos à União Europeia (UE) que considerasse a possibilidade

de abordar a regulamentação do nosso setor de uma forma mais clara, simples e

harmonizada para todos os países da UE. Hoje, podemos dizer que o nosso pedido está

quase a tornar-se realidade e gostaríamos de agradecer à UE por ter insistido nesse sentido.

A Airbnb começou em 2008, quando dois dos nossos co-fundadores se viram incapazes de

pagar a renda de casa. Para ganharem algum dinheiro extra, tiveram a ideia de alojar várias

pessoas no seu apartamento em São Francisco: foram os primeiros hóspedes da história da

plataforma.

Atualmente, a União Europeia tem mais anfitriões que partilham o seu alojamento do que

qualquer outra parte do mundo. Para muitas famílias europeias, esta atividade é um meio vital

para fazer face às despesas; de facto, quase metade afirma que este rendimento extra as

ajuda a enfrentar melhor o aumento do custo de vida.

Sempre quisemos avançar de mãos dadas com as comunidades onde estamos localizados

e estamos muito orgulhosos do trabalho que realizámos até agora em colaboração com as

autoridades em diferentes locais. Neste momento, existe alguma forma de regulamentação

em vigor relativamente à nossa atividade em cerca de 80% dos 200 principais destinos dos

hóspedes.

Dentro da UE, tivemos de lidar com a criação de diferentes regras que estavam a surgir ao

mesmo tempo em diferentes locais e a evoluir de forma independente. Na ausência de uma

regulamentação de referência a nível europeu, foi por vezes difícil saber como elaborar uma

legislação local eficaz, aceder aos dados, proteger a habitação e cumprir os regulamentos da

UE. Em alguns casos, a existência de regulamentos desatualizados, centrados noutros

setores tradicionais (por exemplo, a hotelaria) e envolvendo processos complexos, exclui

muitos europeus de beneficiarem das vantagens económicas e sociais do alojamento.

A chegada destas regras a toda a Europa é um ponto de viragem para a Airbnb e para o

nosso setor. Esta nova regulamentação servirá de exemplo global sobre a forma de

regulamentar o arrendamento de curta duração, ao mesmo tempo que fornece orientações

claras às plataformas e às autoridades sobre questões muito importantes, como a partilha de

dados e a implementação de regras locais que funcionem para todas as partes.

Com uma legislação clara e transparente em vigor, a nossa prioridade agora é expandir as

iniciativas que estamos a levar a cabo com os conselhos locais e as autoridadesgovernamentais para proteger a habitação, apoiar as famílias que hospedam e promover o

turismo sustentável na Europa para o futuro. Queremos dar o nosso melhor neste domínio e

aproveitar esta oportunidade para dar um novo impulso às nossas parcerias.

Continuaremos a trabalhar ativamente com a vossa ajuda e das vossas equipas na região

para que a nova regulamentação da UE funcione em benefício de todos.

Atentamente,

Nathan Blecharczyk

Cofundador e Diretor de Estratégia, Airbnb

 

RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

THPORTUGAL 29 JANEIRO/FEVEREIRO 2024

THPORTUGAL 29 JANEIRO/FEVEREIRO 2024

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.