Gestão

Inflação anula a subida dos preços dos hotéis em toda a Europa

A Mabrian analisou os preços dos hotéis dos principais destinos europeus publicados em agosto em comparação com a taxa de inflação por país, comparando os dados de 2022 com os de 2019.

11-08-2022 . Por TecnoHotel Portugal

Inflação anula a subida dos preços dos hotéis em toda a Europa

A principal conclusão deste estudo é que, tendo em conta a inflação, os preços dos hotéis em 2022, apesar de terem registado aumentos, são mais baratos do que em 2019 na maioria dos destinos turísticos.

Da mesma forma, a subida dos preços em Portuga, Espanha, Reino Unido e França em hotéis de 3 e 4 estrelas, e itália em hotéis de 4 e 5 estrelas, mostram uma diminuição dos preços dos hotéis.

Por seu lado, no caso da Grécia, o cenário é diferente, uma vez que, com uma subida mais significativa dos preços dos hotéis, até 134% face a 2019, a taxa de inflação observada é de 6,87%. Este elevado aumento em hotéis de 5 estrelas pode estar relacionado com a recente abertura de hotéis de luxo no destino, o que tem aumentado o valor médio das acomodações no país. Os hotéis gregos de 3 e 4 estrelas mantêm um aumento de 31% e 82% em relação a 2019.

Outras conclusões

• Na Alemanha há um aumento dos preços entre as categorias, sendo de 12% em hotéis de 3 estrelas, 18% em hotéis de 4 estrelas e 25% em hotéis de 5 estrelas, enquanto a sua inflação é de 10,55%.

• Em Itália e no Reino Unido, o aumento de preços mais significativo está na categoria 3 estrelas, enquanto na Grécia, França, Espanha e Alemanha a categoria que mais sobe é a categoria de 5 estrelas.

• Em Itália, os hotéis de 3, 4 e 5 estrelas aumentaram os seus preços em 27%, 7% e 4%, com a sua taxa de inflação em 9,12%. O aumento mais significativo dos preços dos hotéis italianos é observado na categoria 3 estrelas.

• No Reino Unido, os hotéis que subiram de preço são os da categoria 3 estrelas, com um aumento de 7%. Os hotéis britânicos de 4 e 5 estrelas, pelo contrário, baixaram o preço em comparação com 2019, com uma queda de 1% e 12%, respetivamente, atingindo a taxa de inflação de 12%.

• Em França, comparativamente a 2019, os preços dos hotéis de 3, 4 e 5 estrelas aumentam 2%, 5% ou 20%, com a inflação a rondar os 7,83%.

• Por último, note-se que em Espanha há um aumento semelhante ao da França, com hotéis de 3 estrelas a aumentarem 4%, hotéis de 4 estrelas em 6% e 5 estrelas em 13% em relação a 2019, com uma inflação de 13,55%.

Inflação incomum na Europa

Segundo Carlos Cendra, Diretor de Marketing e Vendas da Mabrian, desta análise pode entender-se que as comparações de preços ano após ano podem ser enganadoras num contexto de instabilidade como a atual.

"Na Europa, não estamos habituados a lidar com estas taxas de inflação. Neste momento, é importante que o setor do turismo se concentre em métricas de rentabilidade como o RevPar e o GrossPar, em vez de preços e ocupação. A ADR é muito tendenciosa pela evolução da inflação e de outros aspetos macroeconómicos, como a taxa de câmbio", conclui.

 

 

Autor: Greg Schulze, Expedia Group

 

RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

TecnoHotel Portugal nº21 setembro/outubro

TecnoHotel Portugal nº21 setembro/outubro

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.