Gestão

Porquê um PMS é essencial na distribuição?

Atualmente, é indiscutível que o PMS seja o centro nervoso e de dados na gestão operacional de um hotel ou cadeia.

28-04-2023 . Por TecnoHotel Portugal

Porquê um PMS é essencial na distribuição?

Referimo-nos a uma longa lista de processos que ocorrem no ciclo do viajante: desde a pré-estadia e pós-estadia, até aos implementados "in house" durante a sua estadia.

Neste contexto, uma das funcionalidades fundamentais do PMS é a gestão de preços, condições, canais e, de forma integral, reservas. O PMS gere os dados necessários para realizar a análise de preços e condições e evita problemas de disponibilidade, uma vez que todas as reservas de vendas diretas e OTAs são processadas a partir do software, incluindo cancelamentos e modificações.

Além disso, o PMS integra as funções dos gateways de pagamento que estão se tornando cada vez mais importantes no ciclo de trabalho do hotel ou cadeia.

 

O que um hoteleiro deve pedir a um PMS para otimizar sua estratégia de distribuição?

Soluções em nuvem são impostas. As vantagens são múltiplas: acesso a partir de qualquer dispositivo e local, segurança... Além disso, para evitar custos de implementação totalmente desnecessários, como licenciamento. O hoteleiro, além disso, deve prestar especial atenção às integrações com terceiros que permitam a conexão de qualquer empresa do setor de hotelaria com o PMS.

Na Tesipro desenvolvemos um ecossistema de cloud digital onde as integrações são fundamentais, permitindo ao hotel estruturar o seu mix de soluções a partir de um ecossistema PMS-CRS muito completo: oferecemos um serviço de proximidade associado às melhores ferramentas do mercado.

 

Como evoluirá a TPM em 2023?

Na Tesipro temos isso claro. A integração com o Grupo Sequoiasoft permitiu-nos juntar à vanguarda tecnológica apostando na tecnologia cloud e no desenvolvimento de uma solução abrangente que minimiza a dependência de múltiplos fornecedores hoteleiros.

O nosso ecossistema digital permite a gestão de todas as unidades de negócio de um hotel ou cadeia: PMS Cloud, CRS-Chain Management, GSP- User Portal e online checkin, HSK – Housekeeping/Maintenance, KSK- Guest digital signature systems, Booking Engine, Event Management, POS-POS, Business Intelligence, Central de Reservas e ao longo de 2023 e-Reputation,  CRM e RMS.

Assim, a resposta seria resumida da seguinte forma: tecnologia em nuvem e soluções integrais.

 

 

 

Manuel Ortiz - CEO da Tesipro Solutions e Diretor Geral de Espanha e Portugal da Sequoiasoft.

 

 

RECOMENDADO PELOS LEITORES

Revista digital

THPORTUGAL 29 JANEIRO/FEVEREIRO 2024

THPORTUGAL 29 JANEIRO/FEVEREIRO 2024

Newsletter

Seja o primeiro a receber todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.