Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Segunda-feira, 18 Outubro, 2021

Role para cima

Top

Sem comentários

Deloitte Global Technology, Media & Telecommunications – Previsões 2019

Deloitte Global Technology, Media & Telecommunications – Previsões 2019

Altifalantes inteligentes, são já um mercado em rápido crescimento nos países de língua inglesa, e  estão a posicionar-se para em 2019  e anos seguintes, invadir o mundo não anglo-saxónico – preparando o cenário a longo prazo, para tornar a computação acessível a todos.

A Deloitte Global prevê que os alto-falantes inteligentes valerão US $ 7 mil milhões em 2019, tornando-se a categoria de dispositivos conectados com maior crescimento, de acordo com a 18ª edição   Technology, Media & Telecommunications Predictions  da Deloitte

 

Altifalantes inteligentes  venderão  164 milhões de unidades a um preço médio de venda de US $ 43 por unidade. A receita total da indústria aumentará 63%, em comparação com US $ 4,3 bilhões em 2018. No entanto, a indústria terá que superar os obstáculos iminentes para atingir seu total potencial de crescimento. As tecnologias de reconhecimento de voz continuam a melhorar, mas vai ser necessário desenvolver um  suporte de idiomas mais amplo para que a tecnologia seja inclusiva e tenha uma adoção global.

A democratização da Inteligência Artificial (IA)

A Deloitte  prevê também que, em 2019, as empresas acelerarão ainda mais o uso de software e serviços de Inteligência Artificial (IA) baseados em cloud. Entre as empresas que usam IA, 70% obterão recursos  por meio de software corporativo baseado em cloud, 65% criarão aplicativos de IA usando serviços de desenvolvimento baseados em cloud e, até 2020, a taxa de penetração de software corporativo com desenvolvimento de  IA incorporado e baseada em cloud,  atingirão uma estimativa de 87 e 83%, respectivamente.

“Até agora, os benefícios iniciais da IA ​​foram predominantemente acumulados por ‘gigantes da tecnologia’ com amplos recursos financeiros, forte infraestrutura de TI e capital humano altamente especializado”, diz Paul Sallomi, líder da Global Technology, Media & Telecommunications Industry da Deloitte. “No entanto, a cloud proporcionará maior eficiência e melhor retorno do investimento, e esperamos que esses benefícios se estendam rapidamente para além dos pioneiros da IA ​​para as empresas como um todo”.

Uma nova rede vai chegar

Espera-se que as redes sem fio de quinta geração (5G) cheguem gradualmente, fornecendo conexões mais rápidas para consumidores e empresas e abrindo oportunidades para gerar receitas para as empresas de telecomunicações.

As operadoras de telefonia móvel estão a  investir recursos no desenvolvimento da rede 5G – atualmente, 72 operadoras estão a  testar essa oferta – e a Deloitte prevê que em 2019, 25 operadoras de telefone móvel lançarão o serviço 5G, um número que provavelmente dobrará até 2020. No total espera-se que um milhão de aparelhos 5G sejam vendidos em 2019, e esse número deverá expandir-se  para 15 a 20 milhões de unidades até 2020. Outros milhões de discos / modems de 5G também deverão ser vendidos em 2019.

“A adoção em larga escala de dispositivos 5G levará tempo, mas acreditamos que 2019 será o ponto de partida para mudanças radicais na indústria sem fio”, diz Craig Wigginton, líder do setor de Global Telecommunications da Deloitte. “O 5G pode fornecer enorme aumentos na capacidade de tráfego e eficiência de rede em relação ao 4G, e isso tem um potencial transformador no futuro da conectividade em todo o mundo.”

Tópicos adicionais das Previsões TMT 2019 da Deloitte incluem:

—A conectividade na China alimentará novos modelos de negócios digitais: a Deloitte prevê que a China terá redes de telecomunicações líderes mundiais em 2019. A sua infra-estrutura de comunicações fornecerá uma base para pelo menos três novos setores significativos, cada um dos quais poderá gerar dezenas de milhares de milhões de dólares em receita anualmente até 2023.

—Transmissões de apostas desportivas – a Deloitte prevê que 60% dos homens norte-americanos entre 18 e 34 anos que assistem a desportes na TV também apostarão em desportes. Como resultado, cerca de 40% de todos os programas de TV nos EUA, assistidos por pessoas com idades entre 25 e 34 anos, terão apostas esportivas.

—A impressão 3D dispara – As vendas de impressoras 3D corporativas, materiais e serviços de grandes empresas públicas ultrapassarão US $ 2,7 mil milhões em 2019 e alcançarão US $ 3 bilhões em 2020, crescendo 12,5% ao ano a cada ano. A lista de possíveis materiais imprimíveis em 3D mais do que dobrou nos últimos cinco anos, o que (juntamente com outras melhorias) levou a uma recuperação do potencial de crescimento da indústria.

—Os eSports continuam a aumentar – O mercado norte-americano de eSports expandirá 35%, impulsionado por publicidade, licenciamento de transmissão e vendas de franquias. As ligas de franquia de eSports da América do Norte  expandir-se-ão em cidades específicas, seguindo o modelo desportivo profissional.

—A rádio continuará relevante – a Deloitte prevê que mais de 85% da população adulta irá ouvir rádio pelo menos semanalmente no mundo desenvolvido (a mesma proporção que em 2018), embora o alcance varie no mundo em desenvolvimento. Combinados, quase 3 mil milhões de pessoas em todo o mundo vão ouvir rádio semanalmente. Nos EUA, a Deloitte espera que mais de 90% dos jovens entre os 18 e os 34 anos ouçam rádio pelo menos uma vez por semana em 2019, e provavelmente passem mais tempo a ouvir rádio do que a assistir à TV tradicional.

—Avaliação da computação quântica – A computação quântica surgirá como uma das maiores novas oportunidades de receita de tecnologia na próxima década, mas é improvável que substitua os computadores clássicos. Espera-se que o futuro mercado de computação quântica seja comparável ao mercado de supercomputadores – cerca de US $ 50 mil milhões por ano até a década de 2030.

—A China expande as proezas tecnológicas – As receitas para semicondutores fabricados na China crescerão em 25%, para US $ 120 mil milões, consolidando  a China como um player globalmente significativo em fabricação e desenvolvimento de Inteligência Artificial.  A China também terá telecomunicações líderes mundiais em 2019, ampliando as possibilidades de capacidades empresariais e comunicação interpessoal.

“O ano de 2019 será definido pela forma como as novas tecnologias reformulam constantemente a maneira como vivemos e trabalhamos”, afirma Mark Casey, líder do setor de Telecommunications, Media & Entertainment da Deloitte Global. “De alto-falantes inteligentes a redes 5G, e em todos os lugares a acessibilidade a tecnologias avançadas está a melhorar rapidamente. À medida que as barreiras continuam a cair, o potencial para maior conectividade e mais inovação aumentará exponencialmente ”.

Agora no seu 18º ano, as Previsões de TMT anuais da Deloitte Global fornecem uma perspectiva sobre as principais tendências nos setores da indústria de tecnologia, mídia e telecomunicações em todo o mundo.

Visite Deloitte.com/predictions para saber mais e conectar-se com Deloitte no Twitter: @DeloitteTMT e #DeloittePredicts.

Envie um comentário