Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Quinta-feira, 1 Outubro, 2020

Role para cima

Top

87% das violações de segurança ocorrem nas instalações do hotel

87% das violações de segurança ocorrem nas instalações do hotel

O setor hoteleiro é um dos mais vulneráveis ​​a violações de segurança em informações confidenciais, de acordo com um relatório preparado pela Verizon para Fellowes,

O hoteleiro é um dos setores em que a maior quantidade de informações confidenciais é tratada em relação aos dados pessoais de turistas nacionais e internacionais. Todas as organizações têm o dever de manter a confidencialidade desses dados, especialmente desde a implementação do GDPR.

Devido ao grande volume de dados pessoais que são manipulados diariamente, esse setor é especialmente vulnerável a ataques de computadores. Além das medidas de segurança de natureza digital, existem riscos que vão além e estão relacionados com o uso de computadores em áreas públicas, como receções de hotéis, onde outras pessoas  não ligadas ao hotel podem capturar dados pessoais.

Com a entrada em vigor do RGPD, mudanças no campo da segurança e privacidade são obrigatórias em todos os setores, áreas e departamentos das empresas hoteleiras. Aproximadamente uma em cada quatro violações de segurança que ocorrem não tem a ver com hackers de bancos de dados, mas com a exposição de dados confidenciais.

Violações de segurança ocorrem no próprio hotel

A crescente importância da segurança de dados no setor fez com que todas as empresas hoteleiras aumentassem os gastos com segurança cibernética. 87% das violações de segurança do hotel ocorrem nas próprias instalações do hotel. Os trabalhadores do setor hoteleiro estão preocupados em manter as informações   confidenciais, embora considerem que não apenas a segurança deva ser tratada com meios digitais, mas também de maneira convencional.

Nesse sentido, a proteção analógica dos dados que aparecem na ecrãs é obtida usando filtros de privacidade. Por um lado, evitam-se os olhos dos curiosos que procuram informações confidenciais, cumprindo assim o RGPD; por outro lado, os danos à reputação são evitados como resultado desses problemas de segurança.

Por fim, deve-se lembrar que as multas por não conformidade com o Regulamento Geral de Proteção de Dados podem atingir  os 20 milhões de euros ou 4% do volume total de negócios. Sem ir mais longe, há alguns meses, a Marriott recebeu uma sanção histórica por esse motivo.