Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Segunda-feira, 6 Julho, 2020

Role para cima

Top

Cinco chaves para os hotéis anteciparem os desejos do viajante

Cinco chaves para os hotéis  anteciparem os desejos do viajante

Os hotéis estão a adaptar  a sua proposta de valor às tendências emergentes que marcarão a procura de viagens em 2020.  Para aprofundar o tema, diretores da cadeia de hotéis A&O dão-nos algumas dicas para antecipar os desejos dos viajantes para os próxima meses.

1. Satisfação por encontrar alternativas de viagem baratas

Os viajantes não se  sentem constrangidos por comprar viagens baratasa. Pelo contrário, orgulham-se de economizar, porque isso implica que  foram capazes de obter o melhor valor pelo seu dinheiro, obtendo exatamente o que precisam ao custo mais conveniente.

Essa tendência está alinhada com tendências globais de consumo que vão além do preço e estão relacionadas à sustentabilidade, flexibilidade, inclusão e acessibilidade. “A qualidade não deve ser antónimo de obter preços convenientes”, diz Oliver Winter, CEO e fundador da A&O.

 Felizmente,  cada vez mais hotéis apostam em projetos inovadores e experiências personalizadas para satisfação de  um cliente que valoriza muito esses tipos de aposta.

 

2. Trabalho e experiências divertidas de viagem

À medida que as viagens se tornam mais acessíveis e não se limitam a determinadas épocas do ano, os viajantes tendem a combinar viagens profissionais com estadias de lazer pessoais, portanto, as opções de acomodação devem ser flexíveis o suficiente para atender a todas as necessidades dos diferentes segmentos.

Phillip Winter, CMO de A&O ressalta que «estamos acostumados a ter espaços sociais virtuais partilhados  e esperamos ter a mesma experiência na viagem: flexibilidade, inclusão e automação em perfeita harmonia com o design dos espaços de vanguarda, belos e aconchegantes é o que os viajantes encontram nas nossas instalações. Tudo isso atende às expectativas de todos os perfis de viajantes, daqueles que viajam em trabalho ou famílias ou amigos que viajam por prazer ”, diz Winter.

3. Tecnologia “transparente” para personalização

“Com a nossa experiência, aprendemos que, quando implementamos tecnologias relevantes e úteis para o cliente, isso ajuda-nos a entender muito bem as suas necessidades e prioridades”, diz Phillip Winter, diretor de marketing.

Os viajantes confiam na tecnologia e desejam encontrar soluções simples e úteis. “Internamente, desenvolvemos soluções de gestão de hotéis para atender a essas expectativas, por exemplo, estações de check-in automáticas ou chaves móveis, totalmente adaptadas e integradas à nossa gestão diária”, afirma Winter. Quando a tecnologia é tão fácil de usar que se torna invisível, os viajantes  sentem-se fortalecidos.

 

4. Viagens familiares inteligentes

Como os períodos de férias se estendem  ao longo do ano, há mais oportunidades para viagens de curta distância, que são muito atraentes para famílias jovens e grupos de amigos.

Essa tendência só é acessível graças a produtos e serviços de viagem de baixo custo e acomodações que entenderam essas necessidades de viagens em família. “Viajar com crianças não é uma complicação se  souber que pode ter um espaço maior para dividir com elas e que isso não implicará taxas diárias mais altas”, diz Oliver Winter, CEO da A&O.

Quartos, átrios e áreas comuns com amplos espaços  tornam-se excelentes locais de boas-vindas para famílias que viajam se sintam em casa. “Introduzimos serviços destinados a fazer com que as famílias se sintam muito confortáveis, desde estadia e pequeno almoço grátis para crianças até aos seis anos, grandes quartos familiares com até dois berços, sem custo adicional, serviço de ama ou áreas de lazer projetadas para crianças com brinquedos e livros ”, diz Oliver Winter.

5. Destinos emergentes

Os viajantes estão cada vez mais conscientes do impacto do lazer e do turismo nos destinos e são cada vez mais atraídos para fugir de lugares saturados para explorar novos bairros e atrações alternativas.

“Estamos a  presenciar uma evolução  em direção à ideia de nos tornarmos um viajante consciente, diz Oliver Winter, CEO da A&O. “Os viajantes querem cada vez mais passear por áreas urbanas que têm um charme único e que vale a pena explorar para descobrir planos fora do circuito turístico tradicional”, conclui.

 

Foto:Vidar Nordli-Mathisen on Unsplash