Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

TecnoHotel | Quinta-feira, 6 Agosto, 2020

Role para cima

Top

Declaração da UNWTO sobre o novo surto de coronavírus

Declaração da UNWTO sobre o novo surto de coronavírus

A Organização Mundial do Turismo (UNWTO) está a monitorizar de perto os desenvolvimentos relacionados com o surto do novos coronavírus (2019-nCoV), na China e no mundo e está a cooperar estreitamente com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Desde o início da emergência, as autoridades chinesas agiram rápida e decisivamente. A UNWTO expressa a sua solidariedade para com o povo chinês,  governo e o seu setor de turismo nesses tempos difíceis.

Nos últimos anos, a China emergiu como uma verdadeira líder global de turismo, tanto como mercado de origem quanto como destino principal, fornecendo meios de subsistência para milhões de pessoas em todo o país. E o turismo oferecerá uma linha de vida valiosa à medida que a China se recuperar  desse revés, assim como o setor já demonstrou a  sua capacidade de resistência muitas vezes antes.

A responsabilidade do turismo

Em tempos de crise, o turismo deve cumprir a sua responsabilidade como parte integrante da sociedade em geral. O setor deve colocar as pessoas e seu bem-estar em primeiro lugar.

A cooperação do setor do turismo será vital para interromper a propagação do vírus e limitar o seu impacto nas pessoas e comunidades. Os turistas também têm a responsabilidade de se informar antes de viajar, a fim de limitar a ameaça de transmissão, e devem seguir as recomendações da Organização Mundial de Saúde(OMS)  e das autoridades nacionais de saúde.

O turismo é vulnerável aos efeitos de emergências de saúde pública e já está a ser afetado por este surto. No entanto, é muito cedo para estimar completamente os impactos que esse surto terá.

A UNWTO, como agência especializada da ONU para o turismo, continuará a apoiar a OMS, a principal agência da ONU para a gestão deste surto, aconselhando e fornecendo orientações específicas sobre o turismo.

Mais informações da UNWTO sobre o coronavírus 2019-nCoV AQUI.